Petrópolis Convention e Visitors Bureau

Agenda

O que está acontecendo

Exposição “Caligrafias” com a multiartista Daniela Versiani

4 ago - 28 out

Exposição “Caligrafias” com a multiartista Daniela Versiani

DANIELA VERSIANI - Artista plástica e escritora inaugura no Rocio, em Petrópolis, a exposição “Caligrafias” apresentando 31trabalhos

Piccola Arena, misto de atelier, galeria de arte, teatro de arena, sala multiuso e bistrô, localizada no Rocio, recebe no sábado, dia 4 de agosto, às 17h, o vernissage da multiartista Daniela Versiani, com uma Festa Agostina, showde forró com Ronny Camarguinho, comidinhas, caldos e chopp artesanal. A exposição “Caligrafias”fica em cartaz até dia 28 de outubro e conta comquatro séries: Iluminuras, Versos, Caligrafias, Escrita é rastro, utilizando a técnica de tintaacrílicaefolhametálica/ourosobretela e papel. Entrada franca.

A mostra “Caligrafias” é composta por 31 trabalhos nos quais a caligrafia é elemento de destaque. Sendo artista visual e escritora, o gesto caligráfico tem para Daniela Versiani uma dupla significação: seja por sua visualidade, seja por fazer parte do seu processo de criação de poesia. As pinturas reunidas na mostra “Caligrafias” trazem fragmentos de seus poemas através da sua própria caligrafia. Em todos os trabalhos, no entanto, há ênfase na caligrafia como elemento visual.

Segundo Daniela Versiani, “nesses trabalhos é mais importante o gesto caligráfico, ou seja, a visualidade da palavra escrita, do que a decifração do sentido da palavra. Em muitos desses trabalhos o espectador-leitor terá de fazer um exercício de “adivinhação”: - O que está escrito aqui?”. É o que ela chama de “escrita assêmica”, ou “escrita sem sentido”: pura forma, pura simulação da escrita. Alguns dos trabalhos fazem referência, ainda, às iluminuras medievais, que inspiram suas escolhas de cores e o uso que faz de folhas de ouro e tintas metalizadas.

A mostra trará também atividades culturais como: Conversa com o público com “visita guiada”, na qual a artista comentará seus trabalhos, destacando as técnicas utilizadas e as influências de outros artistas que também se utilizam da escrita em suas obras e apresentações de algumas obras de artistas que também utilizam a caligrafia em seus trabalhos; Sarau de poesia com Daniela Versiani e poetas convidadas e Oficina de artes plásticas para crianças e/ou adultos na qual será dada ênfase à caligrafia como elemento visual. 

Sobre a artista

Daniela Versiani nasceu em São Paulo. Formou-se em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo e Jornalismo pela Cásper Líbero (SP). Em 1992, mudou-se para o Rio de Janeiro. Em 2002, conclui o doutorado em Literatura pela PUC-Rio com bolsa pela Fulbright na Rice University. Em 2004 passou a ensinar na PUC-Rio. Suas pesquisas no campo acadêmico versam sobre a teoria da leitura de textos e imagens e suportes alternativos para o registro e difusão da poesia.

A partir de 2012, expande sua produção artística para o campo das artes visuais, buscando conectar seus escritos a uma nova forma de expressão: a pintura. Estuda na Escola de Artes Visuais do Parque Lage com os professores Ronaldo do Rego Macedo, Franz Manata, Suzana Queiroga, Alexandre Sá, João Modé e Martin Ogolter. Hoje, suas pesquisas no campo das artes visuais estão focadas nos seguintes temas: aproximação entre escrita e imagem, livros de artistas, o papel como suporte e meio para a escrita e artes visuais, e a escrita assêmica.

Suas pinturas encontram referências nas iluminuras medievais, em poetas e artistas que combinam a escrita e imagem, como Max Ernst, Cy Towmbly, Mira Schendel e León Ferrari, nas colagens de Kurt Schwitters, Robert Motherwell e Robert Rauschenberg, e na "arte da destruição" de Alberto Burri, Antoni Tàpies e Lucio Fontana. Seu trabalho também é fortemente influenciado por Anselm Kiefer e Hilal Sami Hilal. Em 2016, Daniela Versiani deixou de ensinar na universidade e mudou-se para Araras, onde escreve e tem seu ateliê. 

Entre suas publicações destacam-se o romance A matemática da formiga (1999, 2008), Três contos ilusionistas (2008), Autoetnografias, Conceitos alternativos em construção (Finalista ao Prêmio Jabuti, 2005), Manual de boas práticas de leitura (Finalista ao Prêmio Jabuti, 2012, em coautoria) e Ler, comparar, pensar. Reflexões sobre literatura e cultura (2014), além de artigos em revistas acadêmicas. É curadora da revista RED de arte e cultura. Está finalizando seu primeiro Livro de Artista com pinturas e poemas de sua autoria sobre as guerras do século XX.

Festa Agostina

Para coroar o vernissage, a Piccola Arena Centro Cultural vai promover uma Festa Agostina, com direito a forró com Ronny Camarguinho, comidinhas, caldos e chopp artesanal. A Entrada é franca.

O local

Localizada no Rocio/ Petrópolis/ RJ (km 76 da BR 040, no Rocio), a Piccola Arena foi idealizada pelo artista plástico Mauricio de Memória, que construiu o espaço por meios próprios. Promove e recebe linguagens artísticas - shows, teatro, espetáculos, exposições - em um único local contando com teatro de arena, duas galerias de arte e salão multiuso. Projetada para que o visitante sinta-se integrado aos ambientes e possa desfrutar ao máximo de todas as atividades existentes, completa o conjunto o Divina Sálvia Bistrô, aproveitando a experiência do seu criador como restauranteur de longa data. Como disse um cliente, “arte pura, da parede ao prato”. 


SERVIÇO:

Exposição “Caligrafias” com a multiartista Daniela Versiani

Vernissage: sábado, dia 4 de agosto, a partir das 17h, com Festa Agostina

Até dia 28 de outubro

PICCOLA ARENA

Estrada do Rocio 3507 - Petrópolis RJ

tel. 2243-9311

Entrada pelo km 76 da BR 040, sentido Juiz de Fora/Rio.

Vindo do Rio: retorne no Brazão (km 71). Siga de volta até o km 76 e percorra 3 km de estrada pavimentada.

Horário de funcionamento: sábados e domingos, de 10h às 18h

- Entrada franca

Piccola Arena - Rociosaiba mais

Circuito Imperial de Bandas Marciais

4 ago - 10 nov

Circuito Imperial de Bandas Marciais

O Circuito Imperial de Bandas Marciais – sucesso no ano passado – retoma o calendário de apresentações neste segundo semestre. Quem abre a temporada é a Banda Marcial Wolney Aguiar, no dia 04 de agosto, às 16h, na Praça Dom Pedro. Até novembro, 11 bandas da Associação Petropolitana de Bandas Marciais (Apeban) vão encantar o público, sempre nos fins de semana, em locais como a Praça da Inconfidência, escadaria dos Correios e Praça da Liberdade, no Centro Histórico. Em outubro, o CEU da Posse ainda vai contar com um mini festival, com a participação de três grupos.

O circuito tem como objetivo proporcionar uma programação musical permanente, gratuita, e que valorize a cultura local e os espaços públicos. “Assim como os corais, as bandas fazem parte da cultura de Petrópolis. São uma tradição na cidade, muito presente nas escolas. Lançamos o circuito no ano passado e foi um sucesso, as pessoas eram surpreendidas nas praças com boa música. Queremos repetir esse sucesso agora em 2018. É uma forma também de valorizar o segmento”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Leonardo Randolfo.

Para dar o pontapé inicial na edição deste ano, uma das bandas mais antigas da cidade promete encantar o público na Praça Dom Pedro. Fundada em 1957, a Banda Marcial Wolney Aguiar é uma das representantes desse segmento, que está por todos os cantos da cidade. O grupo é um dos que garantem a continuidade dessa tradição, tão importante para a formação de novos músicos e para a memória cultural da cidade.

Neste segundo semestre, serão três apresentações em agosto e três em setembro. Já no dia 7 de outubro, haverá a apresentação de três bandas juntas, no Ceu da Posse, às 16h. E em novembro, haverá apresentações nos dois primeiros sábados do mês, antecedendo o Natal Imperial, que começa no dia 14 e deverá contar também com o segmento na programação.

Confira a programação:

Agosto

Dia 04 (sábado) – 16h – Praça Dom Pedro – Banda Marcial Wolney Aguiar

Dia 11 (sábado) – 16h – Praça da Inconfidência – Banda Marcial Johann Noel

Dia 25 (sábado) – 16h – Escadaria dos Correios – Banda Marcial Frei Aniceto

Setembro

Dia 08 (sábado) – 16h – Praça Dom Pedro – Banda Musical 1º de Setembro

Dia 15 (sábado) – 16h – Escadaria dos Correios – Banda Dragões do Império

Dia 16 (domingo) – 11h – Praça da Liberdade – Banda Marcial Prof. Amadeu Guimarães

Outubro

Dia 07 (domingo) – 16h – CEU da Posse

Banda Marcial Embaixador José Bonifácio

Banda Marcial Odette Fonseca

Banda de Percussão Trovão Imperial

Novembro

Dia 03 (sábado) – Praça Dom Pedro – Banda Marcial Imperial Petropolitana

Dia 10 (sábado) – Escadaria dos Correios – Banda Marcial Prof. Leila de Souza Castro


Fonte: Prefeitura de Petrópolis


Petrópolissaiba mais

Exposição coletiva: “Costurando o tempo II”

4 set - 27 set

Exposição coletiva: “Costurando o tempo II”

Uma intervenção plástica diferenciada vai chamar a atenção dos visitantes da Casa da Educação Visconde de Mauá a partir do dia 4 de setembro: será aberta a exposição coletiva “Costurando o tempo II”, com obras de Sonia Xavier e Jarbas Paullous. As telas de Sonia destacam os vários tons de azul, já os trabalhos de Jarbas foram confeccionados através de uma técnica mista, com tinta automotiva e caneta, além de esculturas feitas com materiais reciclados. A visitação poderá ser feita até dia 27 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. A Casa da Educação fica na Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

“Cada vez que uma exposição é aberta na Casa da Educação, reafirmamos nosso compromisso de melhorar o acesso cultural para nosso público de estudantes, na certeza de que conviver com a arte sensibiliza e melhora as pessoas. Estes artistas renomados e de currículo riquíssimo, nos dá uma perspectiva ampla de pertencimento, pois cada um que convive com estas obras resgata em si um novo olhar”, afirma a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Sonia nasceu em Niterói, estudou na Escola de Arte de Marlene Godoy, em Brasília e participou de exposições em Brasília, Rio de Janeiro, Niterói e Petrópolis. Atualmente, mora em Petrópolis, onde passou a se dedicar a obras que utilizam materiais como ferro, chapas oxidadas, aço inox, alumínio e a madeira, rendas, aramados, colagens, miçangas e cristais, sempre valorizando o uso de cores fortes.

A artista afirma que as suas obras falam sobre o tempo: "Retratam o espaço interno das pessoas e, também, tratam do amor, da morte e da vida. Eu me aproprio da literatura, da poesia, da dança para criar o meu imaginário. É um mergulho na fantasia, na inquietude que gera a expressão da linguagem de cada obra exposta”.

Nas obras de Sonia, destaque para a cor Azul. “Eu utilizo a cor azul como um fio condutor de uma retrospectiva da minha arte. É mais um labirinto a ser desbravado e uma provocação que faço a mim mesma, ao postar-me com um pé no sonho e outro na realidade. Convido o espectador a experimentar um contato direto com o sentimento gerador da obra, mesmo que seja pelo espaço de um momento de imaginação fantasiosa”, frisa.

Jarbas é formado em Comunicação Social e em Artes Visuais, além de possuir pós-graduação em Educação e Estética. Frequentou o atelier de Charles Watson. Participou em exposições individuais no Arquivo da Cidade (RJ), na Biblioteca Estadual do RJ, na Biblioteca da UERJ, no Centro de Cultura Raul de Leoni, entre outros. Trabalha com pinturas, esculturas, performances e intervenções.

Jarbas vai expor sete obras, cinco telas e duas esculturas. Seus trabalhos fazem referência aos artistas brasileiros Paulo Roberto Leal e Raimundo Colares em suas obras, marcadas por esculturas feitas através de materiais como madeira, papel e arame e telas com tinta automotiva. Durante a exposição, Jarbas ministrará uma oficina de artes para os alunos da Casa da Educação.

“A mensagem que pretendo passar é o que percebemos através do olhar, o que podemos observar de um material ou uma peça que acreditamos ser descartável, como papel, arame ou madeira. Sempre podemos transformá-los em Arte. Estou muito satisfeito em expor na Casa da Educação, um espaço dinâmico e alternativo e, principalmente, receber e aplicar uma atividade aos alunos da rede municipal de Petrópolis. Será um aprendizado e uma experiência muito rica para o meu currículo”, disse Jarbas.



Fonte: Prefeitura de Petrópolis

Casa da Educação Visconde de Mauásaiba mais

Museu do Artesanato na Primavera de Museus 2018

15 set - 18 nov

Museu do Artesanato na Primavera de Museus 2018

A Memória do Bordado Fluminense é o tema central que A CASA- Museu do Artesanato do Rio de Janeiro, na Casa de Cultura Cocco Barçante em Petrópolis, abordará no mês de setembro, e que constará do calendário da 12ª edição Primavera dos Museus/2018, coordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e que traz como tema central Celebrando a Educação em Museus. Cocco Barçante amplia o espaço do Museu do Artesanato, inaugurando no dia 15 de setembro, uma sala dedicada ao bordado do Rio de Janeiro, prestando homenagem à Maria Elisa Churro (in memorian), curadora do Museu falecida em março de 2018.

O Museu do Artesanato do Rio de Janeiro possui um acervo constituído por diferentes produtos e técnicas de bordado, oriundos das diversas regiões do Estado: Porciúncula (Noroeste do Estado) - Grupo O Bangalô coordenado por Eponina Sanches; Região Serrana, (Petrópolis/Brejal) – Grupo Arte em Comum e a bordadeira Rosângela Borba; Rio de Janeiro (região Metropolitana), Bordado Carioca, Marias Maré e Grupo Arte (Baixada Fluminense); Natividade (Noroeste Fluminense) - Grupo Bordadeiras de Natividade, Itaperuna ( Noroeste Fluminense) - Grupo Bordando o Futuro. Atualmente o Museu do Artesanato vem realizando um mapeamento da rota do bordado do Rio de Janeiro, visando identificar as trajetórias e narrativas de cada grupo, através da visitação aos seus respectivos locais de referências. Dessa forma, o Museu Vivo cumpre seu papel em agregar e reunir pessoas, tecendo e fortalecendo os caminhos e redes que constituem a Economia Criativa do Estado do Rio de Janeiro.

O Museu do Artesanato do Rio de Janeiro, participará da 12ª edição da Primavera dos Museus com uma programação especial, a ser realizada no dia 15 de setembro às 15 horas, com a abertura de duas exposições Memória do Bordado Fluminense, com curadoria realizada pela designer Gloria Correia e Uma Viagem pelo Teatro Popular Brasileiro retratando a memória do Teatro Brasileiro com curadoria do ator José Araújo.

Após a abertura das duas exposições o público será brindado, com o já consagrado Sarau Noite enSOLarada, um projeto literário da talentosa escritora e apresentadora de TV, a jornalista Ivone Sol.

As respectivas exposições estarão recebendo visitação no período compreendido de 16 de setembro a 18 de novembro de 2018. O Museu funciona aos sábados e domingos das 11 horas às 17 horas, ingressos com preços populares nos valores de R$ 5,00 (cinco reais) e R$ 3,00 (Três reais). Durante a semana o museu oferece uma programação especial, mediante agendamento prévio aos grupos de turismo e escolas da região. 

A CASA-Museu do Artesanato do Estado do Rio de Janeiro
Rua Coronel Veiga, n 1734 Ponte Fones Petrópolis –RJ
Telefone: (24) 3111-4944


Fonte: Agenda Petrópolis

A CASA - Museu do Artesanato do Rio de Janeirosaiba mais

Scena Serrana

26 set - 30 set

Scena Serrana

O festival de teatro mais aguardado pelo segmento em Petrópolis este ano tem nova data para acontecer. O Scena Serrana, que resgata uma tradição da década de 1980, será realizado entre os dias 26 e 30 de setembro para se adequar à melhor data no calendário de eventos da cidade. A programação - que deverá contar com performances artísticas, palestras e oficinas - será realizada no Centro de Cultura Raul de Leoni.

O festival vem sendo resgatado pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) em parceria com o segmento de teatro do município. O objetivo é fortalecer o setor e valorizar os artistas locais, além de também promover o intercâmbio com grupos de outras cidades e discutir o futuro do movimento em Petrópolis. A ideia é, também, levar movimento para os espaços do Centro de Cultura, que abriga o Teatro Afonso Arinos, palco onde muitos atores e atrizes da cidade começaram suas carreiras.

Segundo o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo, o festival vai contemplar não só os artistas, como toda população. “Esse foi um marco para o segmento no passado, mas acabou esquecido. Estamos trazendo novamente o Scena Serrana para mostrar a força do segmento de teatro na cidade, tão importante. Já temos, no instituto, ações voltadas para a valorização da música, do canto coral, da dança, por exemplo, e agora estamos trabalhando para fortalecer o teatro. É mais uma forma de fomentar a cultura para a população”, frisa ele.

Criado no início da década de 1980, o Scena Serrana foi considerado um dos maiores movimentos teatrais da cidade. Logo na primeira edição, em 1983, o projeto levou mais de 13 mil espectadores para as apresentações no Palácio de Cristal. A programação contou com quase 20 atrações, entre peças, shows, exibições de filmes, entre outros. Para o segmento, o período dos anos 1980 até o início dos anos 1990 foi a melhor fase do teatro na cidade e o objetivo é se inspirar naquela época para o resgate do festival.


Fonte: Prefeitura de Petrópolis.

Centro de Cultura Raul de Leonisaiba mais

Serenata Imperial - boas-vindas à primavera

27 set - 27 set 20h

Serenata Imperial - boas-vindas à primavera

Serenata Imperial se apresenta no Palácio de Cristal dando boas-vindas à primavera


Na próxima quinta feira 27/09, a partir das 20h, a Serenata Imperial estará no Palácio de Cristal realizando mais um evento com entrada gratuita e classificação livre.

Dando boas-vindas à primavera e cantando um pouquinho de Lupscínio Rodrigues que aniversariava em setembro. No repertório: Primavera (Cassiano/ Silvio Rachael), Estão Voltando as Flores (Paulo Soledade), de Lupscínio, Nervos de Aço; Felicidade; Se Acaso Você Chegasse; Cadeira Vazia, e muitas outras pérolas de vários outros compositores. 

O projeto Serenata conta com o apoio do IMCE e Turispetro através da PMP.


Fonte: Agenda Petrópolis

Palácio de Cristalsaiba mais

9º Imperial Moto fest

28 set - 30 set

9º Imperial Moto fest

9° Imperial Moto Fest acontece no Parque Municipal de Petrópolis em Itaipava.

Teremos os principais expositores de acessórios, ampla área de alimentação, revenda de motos, concessionárias, shows com as melhores bandas de rock, camping coberto com chuveiros quente e aquele tradicional café da manhã e muito mais.

Locução Ramos Aranhas do Asfalto

Aguardem por mais novidades!

Venha conhecer a histórica cidade de Petrópolis e a linda Itaipava.

Organizado por:

Associação de Motociclistas de Petrópolis

Ingressos

Não haverá cobrança de ingressos.

Como chegar

Parque Municipal Prefeito Paulo Rattes – Itaipava
Petrópolis/RJ – Brasil

Fale com os organizadores

Fernandes
 (24) 99228-5291

Arlindo Soares

 (24) 99984-3726

Luis Fernando

 (24) 99965-6543


Parque Municipal Prefeito Paulo Ratessaiba mais

Show - cantor Ivan Lins

28 set - 28 set 20h

Show - cantor Ivan Lins

Cantor Ivan Lins faz show dia 28 em Petrópolis pela Firjan SESI


Vencedor de 4 Grammys Latinos, artista de renome internacional percorre o interior do estado levando seus maiores sucessos

O cantor e compositor Ivan Lins é atração cultural da Firjan SESI em Petrópolis em setembro. O artista sobe ao palco do Theatro D. Pedro, em 28 de setembro às 20h para apresentar seu show que percorre diversas cidades fluminenses. No repertório estarão grandes sucessos de um dos compositores brasileiros de maior prestígio internacional, status que até hoje só foi alcançado por nomes da importância de Tom Jobim.

Ivan Lins revela ao público canções que fazem sucesso desde 1969 e foram regravadas por artistas nacionais como Elis Regina, Simone, Caetano Veloso, Martinho da Vila e Nana Caymmi, e internacionais como Ella Fitzgerald, Sarah Voughan, George Benson e Quincy Jones. Entre as músicas memoráveis estão: “Bilhete”, “Lembra de mim”, “Vieste”, “Vitoriosa” e “Dinorah, Dinorah”. Recentemente o rei Roberto Carlos manifestou publicamente o desejo de gravar “Lembra de Mim”.

Ivan Lins tem sua carreira consolidada tanto no Brasil quanto no exterior, com álbuns gravados em países como Espanha, Itália, Alemanha e Japão, o que o credencia como um dos artistas brasileiros de maior atuação internacional. O cantor, pianista e compositor é vencedor de quatro Grammys Latinos.

Os ingressos estão à venda na bilheteria do Theatro D. Pedro (aberta das 14h às 20h) e custam R$34 (inteira) e R$17 (meia). Pessoas com mais de 60 anos, estudantes, deficientes físicos e associados à Firjan SESI pagam meia-entrada.


SERVIÇO:

Ivan Lins
Dia: 28 de Setembro
Local: Theatro D. Pedro - Praça Expedicionários, s/n – Centro
Hora: 20h
Gênero: Show
Duração: 80 min
Ingressos: R$ 34 (inteira) | R$ 17 (meia)
Classificação: 16 anos

Elenco:

Teclado: Marco Brito
Baixo: Nema Antunes
Percussão: André Siqueira
Empresário: Carlos Costa
Produção: Sergio Chimite
Técnico: Fabiano Bastos
Roadie: Ronaldo Castanheira


Fonte: Agenda Petrópolis

Theatro D. Pedrosaiba mais

Petrópolis Night Run

29 set - 29 set

Petrópolis Night Run

Petrópolis Night-Run


Atletas de Petrópolis se preparem: em setembro, a mais tradicional corrida noturna do município terá a largada para a sexta edição: a Petrópolis Night Run.

A Vtrainer, a organizadora da popular corrida de rua, anunciou a realização da Petrópolis Night Run para o dia 29 de setembro, sendo que o local da largada ainda esta sendo estudado.

De certo e que vai ocorrer em um ponto turístico da cidade, mantendo a tradição da competição que costuma arrastar uma multidão de corredores famosos e anônimos.

Um dos organizadores, Vicente Ricardo, faz mistério em relação ao local da largada. Só que, entre vários pontos que estão em estudos, o Hotel Quitandinha parece sair na frente.

A segunda edição aconteceu lá e trouxe resultados bastante satisfatórios para a organização, de acordo com Vicente, que prefere não cravar o local.


Maiores informações: Tribuna de Petrópolis


Petrópolissaiba mais

Bierfest Clássicos

29 set - 29 set 12h

Bierfest Clássicos

Venha curtir uma tarde agradável em família no Castelo de Itaipava. Cerveja artesanal, food trucks, brinquedos para as crianças e música boa. Reserve sua data e garanta sua vaga.

ATRAÇÕES:

- Música ao Vivo com:
- Larissa Viana (The Voice) 
- Concreto Humano - Tributo a Legião Urbana 
- Duo TPM 
- Amanda & Matheus

- DJ André Fly 
- Food trucks de alimentação
- Diversas cervejas artesanais
- Área Kids com brinquedos liberados


Data: Sábado, 29/09/2018
Horário: Das 12h às 22h

Estacionamento Grátis


Fonte: Castelo de Itaipava

Castelo De itaipavasaiba mais

SAV recebe “Recital de Canto e Piano – Estórias, Mitos e Lendas” em Petrópolis

29 set - 29 set 16h

SAV recebe “Recital de Canto e Piano – Estórias, Mitos e Lendas” em Petrópolis

A Sociedade Artística Villa-Lobos (SAV) recebe no sábado, dia 29 de setembro, às 16h, no Cineteatro do Museu Imperial de Petrópolis, o “Recital de Canto e Piano – Estórias, Mitos e Lendas” com a mezzo-soprano Luciana Costa et Silva e a pianista Kátia Ballousier.
No programa, Claude Debussy, Franz Schubert, Heitor Villa-Lobos, entre outros.

LUCIANA COSTA ET SILVA, mezzo-soprano

Luciana é Mestre em Ópera pela Royal Scottish Academy of Music and Drama, como o patrocínio da bolsa de estudos RSAMD Endowment Trust e Mestre em Voice Performance pela Guildhall School of Music and Drama com bolsa da CAPES.

Obteve o primeiro lugar dos concurso de canto: Amália Conde, no Rio de Janeiro; Academia Vocalis Tirolensis, em Worgl; The Margret Dick Award, em Glasgow. Foi regida por maestros e renome internacional, destacando-se: Ligia Amadio, Christian Curning, Robetto Duarte, Isaac Karabitchevsky, Luis Fernando Malheiro, Roberto Minczuk, Carlos Moreno, Guillermo Sacarabino, Silvio Viegas, Tobias Wolkmann, entre outros.

Apresentou-se em diversos festivais de música clássica, entre eles: Festival Internacional de Sarrebourg, na França; Festival Internacional de Musica Colonial Brasileira e Musica Antiga de Juiz de Fora, em Minas Gerais; Festival Vale do Café, Rio de Janeiro; Festival Amazonas de Ópera, no Amazonas.

Dentro os inúmeros papéis em óperas que executou, destacam-se: Mensageira, em L’Orfeo, de Monteverdi; Orfeo, em Orfeo ed Euridice, de Gluck; Cherubino, em Le Nozze di Figaro, de Mozart; Hermia, em A Midsummer Nigth’a Dream, de Britten; Smèraldine, em L’Amour des Trois Oranges, de Prokofiev; Sertaneja e Íris, em Chagas, de Silvio Barbato e Alexandre Schubert.

Em concerto, atuou em: Gloria, de Vivalde; Stabat Mater, de Pergolesi; Messiah, de Handel; Missa em Si Menor, de Bach; Requiem, de Mozart; Nona Sinfonia, de Beethoven; Lobgesang, de Mendelssohn; El Amor Brujo, de De Falla; Les Noces, de Stravinsky.

Luciana também gravou alguns CD’s e DVD’s no Brasil e na França, entre eles Modinhas Imperiais para a série de CD Comemorativo “Chegada da Família Real - III”, com a direção musical de Marcelo Fagerlande.

KATIA BALLOUSSIER, pianista

Natural do Rio de Janeiro, iniciou seus estudos musicais com Ivone Badmann e, posteriormente, passou a trabalhar sob a orientação de Myrian Dauelsberg e Telmo Côrtes. Em 1984, graduou-se pela Escola de Música da UFRJ.

Foi vencedora de sete concursos nacionais de piano, dentre os quais o Concurso “Arnaldo Estrella” (1982) em Juiz de Fora. Atuou como pianista acompanhadora na série “Master-Classes Internacionais” (CAPES/Uni-Rio), ministrada por artistas como Aurèle Nicolet, Boris Belkin, Ingo Goritzki, Herman Baumann, entre outros. Frequentemente tem sido solicitada a trabalhar em master classes, festivais e concursos, e convidada a integrar orquestras como a OPES, OSTM e OSB. Há vários anos desenvolve intenso trabalho como camerista, se apresentando nas principais salas de concerto do país ao lado de renomados músicos brasileiros e estrangeiros. Desde 1997, ocupa o cargo de pianista acompanhadora da Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio).

Programa - Recital de Canto e Piano – Estórias, Mitos e Lendas
Joaquín Turina – Las locas por amor 
Claude Debussy – Chansons de Bilitis
Franz Schubert - Gretchen am Spinnrade 
Hugo Wolf - Ganymed 
Kennst du das Land? 
Franz Lizst - Die Lorelei 
Waldemar Henrique – Uirapuru 
Heitor Villa-Lobos – Iára e Nhapopé 

SOCIEDADE ARTÍSTICA VILLA-LOBOS - SAV
Recital de Canto e Piano – Estórias, Mitos e Lendas – Luciana Costa Et Silva , Mezzo-soprano e Kátia Ballousier, Piano.
Data: 29 de setembro – sábado, às 16h
Museu Imperial - Rua da Imperatriz, 220 - Centro
Tel: 24- 2233-0300 / 2233-0309
Cineteatro: capacidade 150 pessoas
Acesso para deficientes
Não possui estacionamento 
Não aceitam cartões
Compra de ingressos somente na bilheteria do local, de quarta a domingo, de 14 às 18h
Ingressos avulsos - R$ 80,00 (inteira)
Ingressos meia-entrada - R$ 40,00

Fonte: Agenda Petrópolis


Museu Imperialsaiba mais

Espetáculo "Dois Amores e Um Bicho"

29 set - 29 set 20h

Espetáculo "Dois Amores e Um Bicho"


O espetáculo Dois Amores e Um Bicho, contemplado no PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO TÔNIA CARRERO, estará em Petrópolis no sábado, dia 29 de setembro, às 20h no Theatro D. Pedro. O texto do premiado dramaturgo venezuelano Gustavo Ott narra a história de um acerto de contas entre os membros de uma família comum de classe média. O texto parte deste episódio ocorrido neste pequeno núcleo familiar para falar da violência, preconceito e intolerância que assolam a sociedade como um todo. 

A peça conta a história de uma família comum que se converte em pesadelo ao reviver um episódio enterrado no passado, desencadeando um acerto de contas entre eles. Um casal vai visitar o zoológico onde trabalha a filha deles, uma veterinária. Lá eles se surpreendem por encontrar um macaco isolado em uma jaula por haver molestado sexualmente os demais. A prisão do animal faz a filha recordar que, quando ela era criança, seu pai esteve preso, assunto do qual nunca mais se falou. Após muita resistência, o pai confessa que, há 15 anos, ao surpreender seu próprio cachorro em relação sexual com outro cachorro macho, matou-o por acreditar que ele fosse gay. A filha ao saber deste fato começa a perceber o desmoronamento do seu pai como herói. Por outro lado, a mãe passa a ver no marido uma imagem que estava escondida pelos afazeres da vida cotidiana e pela responsabilidade de criar a filha, revendo seu lugar de submissão.

O espetáculo nos mostra que também somos capazes, como sociedade, de cometer atrocidades em nome de uma moral preestabelecida - que ainda nos dá o conforto de agirmos com a consciência limpa, supondo que estamos fazendo o que é “correto”. 

Dois Amores e Um Bicho estreou em julho de 2017 no SESC Copacabana; foi selecionado para participar do 10º Festival Niterói em Cena; cumpriu temporada de sucesso no horário de quarta a domingo, durante todo o mês de abril de 2018, no Teatro Glauce Rocha, dentro da Ocupação Dramaturgias Contemporâneas, projeto idealizado pela Notórias Produções Artísticas; foi selecionado para o 28º FIG - Festival de Inverno de Garanhus (PE) e convidado para o lançamento do projeto Periférico na ESEM (escola SESC Jacaraepaguá), onde se apresentou no dia 12/09/2018. Dois Amores e Um Bicho vem sendo sucesso de público e crítica:



Ficha Técnica


Dramaturgia: Gustavo Ott 
Direção: Danielle Martins de Farias 
Elenco: Ana Moura, Carla Guidacci e Lucas Gouvêa
Direção musical: Felipe Habib 
Movimento: Toni Rodrigues 
Iluminação: Renato Machado 
Cenário: André Sanches 
Figurino: Raquel Theo 
Design Gráfico: Marcus Moraes 
Imprensa: Julyana Caldas (JC Assessoria)
Realização: Notória Companhia de Teatro
Produção: Notórias Produções


Serviço

Sábado, 29 de setembro, às 20h
Theatro D. Pedro - Petrópolis
Praça dos Expedicionários, s/n - Centro, Petrópolis
Telefone: (24) 2235-3833
Capacidade total de público: 460


Classificação indicativa: 14 anos
Duração: 70 min.
GRÁTIS

OBS: a produção sugere ao público trazer 1k de alimento não perecível para doação


Fonte: Agenda Petrópolis

Theatro D. Pedrosaiba mais

3º Festival de Cinema de Petrópolis

17 out - 21 out

3º Festival de Cinema de Petrópolis

De 17 a 21 de outubro.

Em breve, mais informações!

Petrópolissaiba mais

Petrópolis Gourmet

6 nov - 20 nov

Petrópolis Gourmet

O evento mais aguardado da serra esse ano atinge a sua maioridade , e o tema escolhido para essa edição: “O Agricultor e o Chef – Uma expedição pela montanha,” vai levar o participante a  uma viagem pela rica gastronomia da cidade.


Petrópolissaiba mais

Natal Imperial

1 dez - 6 jan

Natal Imperial

Em breve maiores informações em: https://www.natalimperialpetropolis.com.br/


Petrópolissaiba mais

Festival Rock the Mountain 2018 - Itaipava

1 dez - 1 dez

Festival Rock the Mountain 2018 - Itaipava


O Rock the Mountain é um festival de música e arte que acontece em Itaipava, a 50 min do Rio de Janeiro. 

A proposta é simples: Promover uma experiência única com muito astral para um público especial, na charmosa serra carioca! O Line Up é repleto de referências e novidades de grandes festivais nacionais e gringos. O serviço de extrema qualidade e conforto tornam o festival ainda mais incrível. 

DATA
Sábado, 1 de Dezembro de 2018

LOCAL 
Parque Municipal de Itaipava 
Endereço: Estr. União e Indústria, 10000 - Itaipava, Petrópolis - RJ, 25730-745 (50 min da Zona Sul do Rio)

FoodTruck Area
Instalações Artísticas
Bungee Jump
Balão Tripulável
e muito mais...

ROCK THE MOUNTAIN

Fan page: Rock the Mountain
Instagram: @rockthemountain

Fonte: Agenda Petrópolis

Parque Municipal Prefeito Paulo Rattessaiba mais

siga-nos em nossas mídias sociais